Menu

Líderes das Coreias se comprometem a fazer acordo de paz

Tratado pode ser o primeiro desde o fim da guerra entre os países em 1953

Banners

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, se comprometeram nesta sexta-feira (27) a assinar um acordo de paz entre os dois países, encerrando a guerra entre as duas Coreias.

Líderes das Coreias do Norte e do Sul se encontram em reunião histórica
Os dois líderes se comprometeram com a paz permanente entre os países, concordando em desarmar o arsenal nuclear da região. Apesar do acordo, a forma com que as armas nucleares dos países serão retiradas ou desativadas ainda não foi especificada.

Para chegar a esse ponto comum, China e Estados Unidos devem intermediar a negociação de paz. Os Estados Unidos precisam ser parte dessa negociação por terem participado da guerra entre as Coreias no período de 1950 a 1953. Apesar de a guerra ter terminado, um acordo de paz nunca foi assinado entre os países.

A reunião entre os representantes dos dois países aconteceu na zona desmilitarizada da península. Essa foi a primeira vez que um líder da Coreia do Norte atravessou a fronteira desde o fim da guerra.

O ano de 2018 tem sido de mudanças para o líder norte-coreano Kim Jong-um, conhecido pela postura de enfrentamento, como testes constantes de suas armas nucleares. Além da reunião com o presidente Moon Jae-in, Kim deve se reunir com o presidente norte-americano Donald Trump. O encontro ainda não tem data definida, mas deve ocorrer nas próximas semanas.

Reportagem, Raphael Costa

 

Agência do Rádio



Conteúdos relacionados

Cadastre-se