Menu

Lula se torna réu em mais um processo na Justiça

Além do petista, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo também estão envolvidos na investigação

Banners
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Justiça Federal em Brasília aceitou, nesta quinta-feira (6), uma denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista é suspeito dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Além de Lula, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo também são alvos na investigação. Juntos, eles são suspeitos de terem recebido propina do empresário Marcelo Odebrecht em troca de favores políticos.    

Com a aceitação da denúncia nesta quinta-feira, Lula se torna réu pela décima vez em processos na Justiça Federal. No entanto, atualmente ele responde a sete ações penais. O ex-presidente já foi condenado nos casos do tríplex do Guarujá e o do sítio de Atibaia. A Justiça absolveu Lula no processo que diz respeito à suposta compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Por meio de nota, a defesa do ex-presidente afirmou que “Lula jamais solicitou ou recebeu qualquer vantagem indevida antes, durante ou após exercer o cargo de Presidente da República”.

Segundo os advogados, “Lula sequer foi ouvido na fase de investigação, uma vez que claramente não tem qualquer relação com os fatos. Seu nome somente foi incluído na ação com base em mentirosa narrativa apresentada pelo delator que recebeu generosos benefícios para acusar Lula”.

João Paulo Machado

João Paulo é graduado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e iniciou sua carreira estagiando na área de reportagem da Rádio Nacional (EBC). Na Agência do Rádio atuou na cobertura de eventos importantes como os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. No mesmo período, desenvolveu trabalho em parceria com o Ministério do Esporte redigindo reportagens para o portal Brasil2016.gov.br, além de colaborações para redes sociais.Atualmente, cobre os acontecimentos da Praça dos Três Poderes para a Agência do Rádio.


Cadastre-se

A Justiça Federal em Brasília aceitou, nesta quinta-feira (6), uma denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista é suspeito dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Além de Lula, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo também são alvos na investigação. Juntos, eles são suspeitos de terem recebido propina do empresário Marcelo Odebrecht em troca de favores políticos.    

Com a aceitação da denúncia nesta quinta-feira, Lula se torna réu pela décima vez em processos na Justiça Federal. No entanto, atualmente ele responde a sete ações penais. O ex-presidente já foi condenado nos casos do tríplex do Guarujá e o do sítio de Atibaia. A Justiça absolveu Lula no processo que diz respeito à suposta compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

Por meio de nota, a defesa do ex-presidente afirmou que “Lula jamais solicitou ou recebeu qualquer vantagem indevida antes, durante ou após exercer o cargo de Presidente da República”.

Segundo os advogados, “Lula sequer foi ouvido na fase de investigação, uma vez que claramente não tem qualquer relação com os fatos. Seu nome somente foi incluído na ação com base em mentirosa narrativa apresentada pelo delator que recebeu generosos benefícios para acusar Lula”.


Reportagem, João Paulo Machado