Menu

Médico não abandona paciente, e eu não vou abandonar, afirma ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou que permanece no cargo e vai trabalhar contra o inimigo comum a toda população mundial a COVID-19.

Banners
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou que permanece no cargo e vai trabalhar contra o inimigo comum a toda população mundial a COVID-19. A afirmação foi feita durante entrevista coletiva no ministério, nessa segunda-feira (06/04), após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e ministros no Palácio do Planalto.


“Nós vamos continuar, porque continuando a gente vai enfrentar o nosso inimigo. O nosso inimigo tem nome e sobrenome: é a COVID-19. Nós temos uma sociedade para tentar lutar, para tentar proteger. Médico não abandona paciente, eu não vou abandonar! Agora, as condições de trabalho para os médicos precisam ser para todos. Eu vou tentar trazer as melhores condições para vocês na ponta e a única coisa que a gente está pedindo é que nós tenhamos o melhor ambiente para trabalhar aqui no Ministério da Saúde”. 


O ministro Luiz Henrique Mandetta ainda reafirmou que todas as decisões do Ministério da Saúde serão baseadas em estudos científicos. 
“Há indícios? A tese é boa? É boa! Mas primeiro convença os pares técnicos e aí vamos fazer pela ciência! Não vamos perder o foco. Ciência, disciplina, planejamento, foco. Esses barulhos que vem ao lado ‘fulano falou isso, fulano falou aquilo’, esquece, eles estão aqui do lado, é apesar dos pesares, foco aqui”. 


O ministro também destacou que apesar do momento de tensão, o momento é de trabalhar. E que toda equipe do ministério está a postos para trabalhar muito pela população brasileira. 

Janary Bastos Damacena



Cadastre-se

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou que permanece no cargo e vai trabalhar contra o inimigo comum a toda população mundial a COVID-19. A afirmação foi feita durante entrevista coletiva no ministério, nessa segunda-feira (06/04), após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e ministros no Palácio do Planalto.

 

“Nós vamos continuar, porque continuando a gente vai enfrentar o nosso inimigo. O nosso inimigo tem nome e sobrenome: é a COVID-19. Nós temos uma sociedade para tentar lutar, para tentar proteger. Médico não abandona paciente, eu não vou abandonar! Agora, as condições de trabalho para os médicos precisam ser para todos. Eu vou tentar trazer as melhores condições para vocês na ponta e a única coisa que a gente está pedindo é que nós tenhamos o melhor ambiente para trabalhar aqui no Ministério da Saúde”. 

O ministro Luiz Henrique Mandetta ainda reafirmou que todas as decisões do Ministério da Saúde serão baseadas em estudos científicos. 

 

“Há indícios? A tese é boa? É boa! Mas primeiro convença os pares técnicos e aí vamos fazer pela ciência! Não vamos perder o foco. Ciência, disciplina, planejamento, foco. Esses barulhos que vem ao lado ‘fulano falou isso, fulano falou aquilo’, esquece, eles estão aqui do lado, é apesar dos pesares, foco aqui”. 

 

O ministro também destacou que apesar do momento de tensão, o momento é de trabalhar. E que toda equipe do ministério está a postos para trabalhar muito pela população brasileira.