Menu

Ministério da Saúde libera recursos para melhorar atendimento em Goiás

A população de 29 municípios de Goiás será beneficiada com a liberação de mais de R$ 150 milhões de reais para ampliar e qualificar ações e serviços de atendimento aos principais problemas de saúde da população.

Banners

A população de 29 municípios de Goiás será beneficiada com a liberação de mais de R$ 150 milhões de reais para ampliar e qualificar ações e serviços de atendimento aos principais problemas de saúde da população, que necessitam de profissionais especializados e a utilização de tecnologia para diagnóstico e tratamento. O anúncio foi realizado pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante visita ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), na capital Goiânia. De acordo com o ministro, esses equipamentos vão ajudar os profissionais de saúde no atendimento das pessoas. 

“Nesse período nós fizemos o planejamento de curto e médio prazo. De curto prazo, a garantia dos recursos para poder fazer aquisição dos equipamentos. São equipamentos de alta complexidade que estão sendo colocados. Hoje eu vim checar em loco! São monitores multiparâmetros, são bombas de infusão, são respiradores para crianças, que dão condições para essa unidade para fazer cirurgia cardíaca congênita, alta complexidade, grandes queimados, enfim, dá total condição do corpo clínico poder trabalhar”.

Esses recursos serão usados para aumentar a quantidade de leitos pediátricos, habilitação de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24h), serviços de saúde mental e de atenção domiciliar, além de reforço à atenção a gestantes, crianças e pessoas com deficiência.
 

Janary Bastos Damacena



Cadastre-se

A população de 29 municípios de Goiás será beneficiada com a liberação de mais de R$ 150 milhões de reais para ampliar e qualificar ações e serviços de atendimento aos principais problemas de saúde da população, que necessitam de profissionais especializados e a utilização de tecnologia para diagnóstico e tratamento. O anúncio foi realizado pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante visita ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), na capital Goiânia. De acordo com o ministro, esses equipamentos vão ajudar os profissionais de saúde no atendimento das pessoas. 

“Nesse período nós fizemos o planejamento de curto e médio prazo. De curto prazo, a garantia dos recursos para poder fazer aquisição dos equipamentos. São equipamentos de alta complexidade que estão sendo colocados. Hoje eu vim checar em loco! São monitores multiparâmetros, são bombas de infusão, são respiradores para crianças, que dão condições para essa unidade para fazer cirurgia cardíaca congênita, alta complexidade, grandes queimados, enfim, dá total condição do corpo clínico poder trabalhar”.

Esses recursos serão usados para aumentar a quantidade de leitos pediátricos, habilitação de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24h), serviços de saúde mental e de atenção domiciliar, além de reforço à atenção a gestantes, crianças e pessoas com deficiência.