Menu

Brasileiros repatriados da China não apresentam sintomas do Coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde do Goiás (SES-GO) realizou exames em todos os repatriados e o resultado deve sair na quarta-feira (12)

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: FAB/divulgação

Nenhum dos 34 brasileiros repatriados da China e dos 24 membros da tripulação dos aviões que realizaram o resgate na província chinesa de Wuhan, epicentro da epidemia do coronavírus, apresentaram sintomas de uma possível infecção. A avaliação é do Ministério da Saúde.
 
A Secretaria de Estado de Saúde do Goiás (SES-GO) realizou exames clínicos em todos os repatriados que, neste momento, cumprem quarentena na base aérea de Anápolis (GO). O material recolhido será analisado pelo Laboratório de Saúde Pública de Goiás, o Lacen, e o resultado está previsto para quarta-feira (12). Quem apresentar qualquer sintoma da infecção por coronavírus será levado ao Hospital das Forças Armadas, em Brasília.
 
Durante a quarentena, o grupo vai receber seis refeições diárias, além de terem acesso à internet, videogames, bibliotecas, TV, frigobar, serviços religiosos e apoio psicológico e pedagógico.
 
No Brasil, há 11 casos suspeitos em investigação de infecção pelo coronavírus. Outros 28 foram descartados. Na China, o número de mortes continua alto. De acordo com o último levantamento divulgado, 908 pessoas morreram em decorrência do vírus e mais de 40 mil casos de infecção foram confirmados. Na França, cinco novos casos foram anunciados neste sábado (8), elevando para 11 casos no país.
 
Reportagem, Tainá Ferreira
 

Tainá Ferreira

Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB), Tainá começou na Empresa Júnior Movimento e depois atuou na TV universitária UnBTV. Depois de um tempo entrou para a redação do jornal Correio Braziliense e, após a experiência, partiu para a assessoria de imprensa.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

LOC: Nenhum dos 34 brasileiros repatriados da China e dos 24 membros da tripulação dos aviões que realizaram o resgate na província chinesa de Wuhan, epicentro da epidemia do coronavírus, apresentaram sintomas de uma possível infecção. A avaliação é do Ministério da Saúde.
 
A Secretaria de Estado de Saúde do Goiás (SES-GO) realizou exames clínicos em todos os repatriados que, neste momento, cumprem quarentena na base aérea de Anápolis (GO). O material recolhido será analisado pelo Laboratório de Saúde Pública de Goiás, o Lacen, e o resultado está previsto para quarta-feira (12). Quem apresentar qualquer sintoma da infecção por coronavírus será levado ao Hospital das Forças Armadas, em Brasília.
 
Durante a quarentena, o grupo vai receber seis refeições diárias, além de terem acesso à internet, videogames, bibliotecas, TV, frigobar, serviços religiosos e apoio psicológico e pedagógico.
 
No Brasil, há 11 casos suspeitos em investigação de infecção pelo coronavírus. Outros 28 foram descartados. Na China, o número de mortes continua alto. De acordo com o último levantamento divulgado, 908 pessoas morreram em decorrência do vírus e mais de 40 mil casos de infecção foram confirmados. Na França, cinco novos casos foram anunciados neste sábado (8), elevando para 11 casos no país.
 
Reportagem, Tainá Ferreira