Menu

Número de homicídios tem queda de 23% no primeiro bimestre de 2019

A informação é do ministério da Justiça e Segurança Pública

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: EBC

O número de homicídios no país registrou queda de 23% no primeiro bimestre de 2019, comparado com o mesmo período do ano passado. O dado foi divulgado nesta quarta-feira (12), pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Segundo levantamento, no primeiro bimestre de 2018 foram registradas 8.498 ocorrências de homicídios dolosos, e esse número caiu para 6.543 em 2019.

Além disso, segundo o ministério da Justiça, houve queda no número de roubo de carga (40,6%), roubo de veículo (28,3%), roubo à instituição financeira (36,7%), furto de veículo (10,9%), estupro (7%) e lesão corporal seguida de morte (6%).

De acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o resultado é fruto da atuação integrada entre governo federal e governos locais.

Segundo ele, é preciso trabalhar para que a redução seja permanente e constante. Além disso, o ministro disse que a aprovação do Pacote Anticrime vai contribuir para a redução nos crimes violentos, combater a corrupção e o crime organizado.                       

 

Cintia Moreira

Com 3 anos de formação, Cintia sempre optou pelo radiojornalismo. Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Cadastre-se

O número de homicídios no país registrou queda de 23% no primeiro bimestre de 2019, comparado com o mesmo período do ano passado. O dado foi divulgado nesta quarta-feira (12), pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Segundo levantamento, no primeiro bimestre de 2018 foram registradas 8.498 ocorrências de homicídios dolosos, e esse número caiu para 6.543 em 2019.

Além disso, segundo o ministério da Justiça, houve queda no número de roubo de carga (40,6%), roubo de veículo (28,3%), roubo à instituição financeira (36,7%), furto de veículo (10,9%), estupro (7%) e lesão corporal seguida de morte (6%).

De acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o resultado é fruto da atuação integrada entre governo federal e governos locais.

Segundo ele, é preciso trabalhar para que a redução seja permanente e constante. Além disso, o ministro disse que a aprovação do Pacote Anticrime vai contribuir para a redução nos crimes violentos, combater a corrupção e o crime organizado.                       

Reportagem, Cíntia Moreira