Menu

Onda de frio atinge a Europa e parte da América do Norte

A força do vento combinado com o ar extremamente frio é a causa do problema no hemisfério norte, diz INMET

Banners

Foto: Pixabay

O frio já deixou mais de 50 mortos na Europa em apenas uma semana. O Exército precisou ser acionado no Reino Unido para ajudar a população em caso de necessidade de retiradas de pessoas, além de o país ter emitido mais de dez alertas de riscos graves de inundação.

Na Bélgica, milhares de residências ficaram sem luz, e na Holanda, a preocupação é com o aumento do nível das águas por conta das tempestades. No centro e oeste da Alemanha são esperadas nevascas e acúmulos de até 30 centímetros de neve.

A meteorologista consultora do INMET, Ingrid Peixoto, fala mais sobre esta onda de frio.

“Nada mais são que ciclones que se formam nos polos; esses ciclones ficam cada vez mais fortes e mais amplos durante o Inverno, perdendo força ao longo do Verão. Na Rússia, em específico, valores negativos de temperaturas foram registrados oficialmente. A temperatura chegou a -59,6ºC, porém um dado de -70ºC foi recolhido por um instrumento caseiro, ou seja, fora de um abrigo meteorológico que segue os padrões estabelecidos pela Organização Mundial de Meteorologia, a OMM.”

De acordo com Ingrid Peixoto, além de alguns países da Europa, parte do nordeste dos Estados Unidos e do Canadá também foram afetados pelas baixas temperaturas.

“Além da Europa, o ar frio polar também fez as temperaturas caírem em boa parte do nordeste dos Estados Unidos e no Canadá. A força do vento combinado com o ar extremamente frio é a causa do problema que estamos enfrentando no hemisfério norte.”

Segundo a meteorologista consultora do INMET, a maior temperatura já registrada foi em uma base russa na Antártida.

“O recorde mundial de frio, estabelecido oficialmente por uma estação meteorológica de superfície, é de -89,2ºC, registrado em 21 de julho de 1983, na Estação de Vostok, base russa na Antártida.”

Nesta quinta-feira, o governo da Louisiana, do Texas e da Georgia, nos Estados Unidos, fecharam algumas rodovias estaduais e escolas também suspenderam as aulas. O gelo acumulado nas rodovias do Texas causou mais de 30 acidentes nos últimos dias. Este já é considerado o inverno mais rigoroso das últimas décadas nos Estados Unidos e no Canadá.

Reportagem, Cintia Moreira
 

Agência do Rádio



Conteúdos relacionados

Cadastre-se