Menu

Operação apreende 1,5 milhão de carteiras de cigarro contrabandeado no PR

Carga está avaliada em R$ 7, 5 milhões, duas pessoas foram presas

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Reprodução PRF

Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal e o Exército Brasileiro apreendeu na madrugada deste domingo (18) cerca de 1,5 milhão de carteiras de cigarro, em um depósito da cidade de Francisco Alves, no noroeste do Paraná. Um homem e um adolescente foram presos no local.

De acordo com as investigações da PRF, o produto vinha contrabandeado do Paraguai. A corporação informou que esta é uma das maiores apreensões de cigarro já realizadas no estado.

O flagrante ocorreu por volta das 2h40, quando as equipes encontraram carreta próxima a acampamento nas proximidades das margens do rio Piriqui. No local, um homem de 21 anos e um jovem de 15 afirmaram que foram contratados para descarregar embarcações e carregar os veículos com o produto, além de vigiar o carregamento. Segundo informações da PRF, o valor estimado da carga é de R$ 7, 5 milhões.

A polícia se deparou com uma estrutura semelhante à de um alojamento, com espaço para guardar roupas e mantimentos. Na hora do flagrante, 500 mil carteiras de cigarro estavam no semirreboque de um caminhão frigorífico, o restante estava no acampamento.

Essa foi mais uma ação da Operação Hórus, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, realizada por vários órgãos da segurança que tem como objetivo central impedir o contrabando de produtos ilegais pelas fronteiras.

Os dois presos responderão por contrabando, que têm pena de dois a cinco anos de prisão. O adolescente foi enviado para a Delegacia municipal, enquanto o rapaz de 21 anos foi para a Delegacia da Polícia Federal na cidade de Guaíra.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal e o Exército Brasileiro apreendeu na madrugada deste domingo (18) cerca de 1,5 milhão de carteiras de cigarro, em um depósito da cidade de Francisco Alves, no noroeste do Paraná. Um homem e um adolescente foram presos no local.

De acordo com as investigações da PRF, o produto vinha contrabandeado do Paraguai. A corporação informou que esta é uma das maiores apreensões de cigarro já realizadas no estado.

O flagrante ocorreu por volta das 2h40, quando as equipes encontraram carreta próxima a acampamento nas proximidades das margens do rio Piriqui. No local, um homem de 21 anos e um jovem de 15 afirmaram que foram contratados para descarregar embarcações e carregar os veículos com o produto, além de vigiar o carregamento. Segundo informações da PRF, o valor estimado da carga é de R$ 7, 5 milhões.

A polícia se deparou com uma estrutura semelhante à de um alojamento, com espaço para guardar roupas e mantimentos. Na hora do flagrante, 500 mil carteiras de cigarro estavam no semirreboque de um caminhão frigorífico, o restante estava no acampamento.

Essa foi mais uma ação da Operação Hórus, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, realizada por vários órgãos da segurança que tem como objetivo central impedir o contrabando de produtos ilegais pelas fronteiras.

Os dois presos responderão por contrabando, que têm pena de dois a cinco anos de prisão. O adolescente foi enviado para a Delegacia municipal, enquanto o rapaz de 21 anos foi para a Delegacia da Polícia Federal na cidade de Guaíra.

Reportagem, Raphael Costa