Menu

Pacto pela retomada do crescimento econômico deve ser assinado pelos Três Poderes em junho

Para o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o diálogo entre Executivo, Legislativo e Judiciário é extremamente importante para o País

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Presidência da República

Após alguns episódios que geraram abalo na relação entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário nacionais, os líderes dos três Poderes se reuniram nesta terça-feira (28) para buscar soluções que ajudem na retomada do crescimento econômico do País.

O encontro entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente do STF, Dias Toffoli e o presidente da República, Jair Bolsonaro, resultou no comprometimento da assinatura, no mês que vem, de um pacto de entendimento com metas econômicas.

De acordo com Rodrigo Maia, o texto vai ser levado pra avaliação dos líderes partidários da Câmara dos Deputados.

“Agora se consolidou um texto, está bem organizado o texto, está simples, está objetivo. Eu vou levar, agora, aos líderes, para que os líderes leiam e deem o de acordo para que eu possa parece que no dia 10 assinar este documento”, disse.

Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que também participou da reunião, o Brasil vive uma grave crise econômica, com o desemprego em alta. Para ele, essa possibilidade de os três Poderes dialogarem é extremamente importante para o País.
 

Cintia Moreira

Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Cadastre-se

Após alguns episódios que geraram abalo na relação entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário nacionais, os líderes dos três Poderes se reuniram nesta terça-feira (28) para buscar soluções que ajudem na retomada do crescimento econômico do País.

O encontro entre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente do STF, Dias Toffoli e o presidente da República, Jair Bolsonaro, resultou no comprometimento da assinatura, no mês que vem, de um pacto de entendimento com metas econômicas.

De acordo com Rodrigo Maia, o texto vai ser levado pra avaliação dos líderes partidários da Câmara dos Deputados.
 

“Agora se consolidou um texto, está bem organizado o texto, está simples, está objetivo. Eu vou levar, agora, aos líderes, para que os líderes leiam e deem o de acordo para que eu possa parece que no dia 10 assinar este documento.”

Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que também participou da reunião, o Brasil vive uma grave crise econômica, com o desemprego em alta. Para ele, essa possibilidade de os três Poderes dialogarem é extremamente importante para o País.

Reportagem, Cintia Moreira