Menu

PALMAS: Estado vai distribuir mais de 100 mil preservativos como forma de combater o HIV durante o carnaval

A Secretaria Municipal de Saúde também distribuirá 30 mil unidades de gel lubrificante

Banners
Foto: Ministério da Saúde

O carnaval está chegando e é importante que os foliões aproveitem a festa sem deixar de lado os cuidados com a saúde e se previnam contra o HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST) como a sífilis e o HPV.  Por isso, é muito importante que os moradores de Palmas se protejam e aproveitem a folia de maneira segura. A Secretaria Municipal de Saúde está distribuindo 100 mil preservativos e 30 mil unidades de gel lubrificante. 

A enfermeira coordenadora do Grupo Condutor das Doenças Infecto Contagiosas da Secretaria de Saúde municipal, Luciana Noleto, reforça que a as equipes de saúde estão prontas para atender à população durante o carnaval. “Para a ação de carnaval, todas as unidades estão realizando atividades de foco ao carnaval para fazer atividades de orientação, com foco no uso do preservativo”, afirma.

De acordo com a coordenadora, o número de casos vem crescendo na capital desde 2014. Só em 2018, foram notificados mais de cento e sessenta casos novos de HIV. Atualmente, em Palmas, estão em tratamento mil duzentas e vinte e uma pessoas que vivem com HIV. O número de pessoas que vivem com HIV tem aumentado no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. Setenta e três por cento dos novos casos são em homens. Entre esses um quinto está entre os jovens de 15 a 24 anos. 

Quem vive com o vírus do HIV alerta para a prevenção. Esse é o recado de uma moradora de Palmas, servidora pública, de 32 anos, que prefere não se identificar. Ela contou que foi diagnosticada no início de 2017 e que estava com crises de infecção urinária desde o final de 2016. "Eu procurei um clínico, que tinha acompanhado minha internação no final do ano de 2016. Aí foi quando ele pediu um check-up e falou que ia pedir o exame de HIV. E perguntou quando eu tinha feito o último, se eu lembrava. Eu falei: 'Que eu me lembre, eu fiz na minha última gestação. Minha filha mais nova tem 11 anos’. Foi quando veio à tona a notícia", relembra.

Para quem for curtir a folia em Palmas, a distribuição de preservativos está concentrada nas Unidades Básicas de Saúde. O horário de funcionamento é das sete da manhã às seis da tarde. Então, não se descuide e use camisinha. Em caso de dúvida, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil. 

Agência do Rádio



Cadastre-se

LOC.: O carnaval está chegando e é importante que os foliões aproveitem a festa sem deixar de lado os cuidados com a saúde e se previnam contra o HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST) como a sífilis e o HPV.  Por isso, é muito importante que os moradores de Palmas se protejam e aproveitem a folia de maneira segura. A Secretaria Municipal de Saúde está distribuindo 100 mil preservativos e 30 mil unidades de gel lubrificante. 

A enfermeira coordenadora do Grupo Condutor das Doenças Infecto Contagiosas da Secretaria de Saúde municipal, Luciana Noleto, reforça que a as equipes de saúde estão prontas para atender à população durante o carnaval. 
 

TEC./SONORA: Luciana Silva, enfermeira coordenadora do Grupo Condutor das Doenças Infecto Contagiosas da Secretaria de Saúde de Palmas. 

“Para a ação de carnaval, todas as unidades estão realizando atividades de foco ao carnaval para fazer atividades de orientação, com foco no uso do preservativo”.
 

LOC.: De acordo com a coordenadora, o número de casos vem crescendo na capital desde 2014. Só em 2018, foram notificados mais de cento e sessenta casos novos de HIV. Atualmente, em Palmas, estão em tratamento mil duzentas e vinte e uma pessoas que vivem com HIV.

O número de pessoas que vivem com HIV tem aumentado no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. Setenta e três por cento dos novos casos são em homens. Entre esses um quinto está entre os jovens de 15 a 24 anos. 

Quem vive com o vírus do HIV alerta para a prevenção. Esse é o recado de uma moradora de Palmas, servidora pública, de 32 anos, que prefere não se identificar. Ela contou que foi diagnosticada no início de 2017 e que estava com crises de infecção urinária desde o final de 2016. 
 

TEC./SONORA: Servidora, 32 anos, prefere não se identificar.

"Eu procurei um clínico, que tinha acompanhado minha internação no final do ano de 2016. Aí foi quando ele pediu um check-up e falou que ia pedir o exame de HIV. E perguntou quando eu tinha feito o último, se eu lembrava. Eu falei: 'Que eu me lembre, eu fiz na minha última gestação. Minha filha mais nova tem 11 anos’. Foi quando veio à tona a notícia.”
 

LOC.: Para quem for curtir a folia em Palmas, a distribuição de preservativos está concentrada nas Unidades Básicas de Saúde. O horário de funcionamento é das sete da manhã às seis da tarde. Então, não se descuide e use camisinha. Em caso de dúvida, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil.