Menu

Palmeiras vence Chape, mantém liderança e chega a 30 jogos de invencibilidade no Brasileirão

Sequência é a terceira maior da história da competição

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Cesar Greco

Mais uma rodada do Brasileirão se passou neste fim de semana e a pergunta que fica é a seguinte: quem consegue parar o Palmeiras?

Mesmo jogando fora de casa, o líder do campeonato foi até Santa Catarina e venceu a Chapecoense por dois a um. O resultado garantiu a permanência na liderança e fez com que Felipão alcançasse uma marca expressiva no comando do Verdão: 30 jogos seguidos sem derrota pelo Brasileirão, terceira maior sequência da história. Foi de Dudu o gol que abriu o placar dos visitantes, aos 31 da primeira etapa. Pouco depois, o árbitro de vídeo entrou em ação e marcou pênalti a favor da Chape, após toque de mão de Deyverson. Everaldo, um dos artilheiros do torneio com 4 gols, não desperdiçou e deixou tudo igual. Antes do intervalo, Marcos Rocha aproveitou a sobra de bola após cobrança de lateral e marcou o gol da vitória. Final, Chapecoense um, Palmeiras, líder do Brasileirão, dois. O Verdão tem 16 pontos, já que a partida em que venceu o Botafogo está sob análise do STJD.

E na cola da equipe paulista está o Atlético Mineiro. No Independência, o Galo deu show e goleou o CSA: quatro a zero, fora o baile. Os gols foram marcados por Fábio Santos, Cazares, Chará e Adilson.

Quem voltou subir na tabela foi o Santos, que venceu, fora de casa, o Ceará por um a zero, gol de Eduardo Sasha. 
Mantendo os 100% de aproveitamento no Beira-Rio, o Internacional bateu o Avaí por dois a zero, gols de Guerrero e Edenilson.

Depois de perder a Recopa para o River Plate no meio de semana, o Athletico Paranaense soube aproveitar o fator casa e bateu o Fluminense por três a zero. Lucho González, Roni e Marcelo Cirino fizeram a festa do torcedor do Furacão. 

Com confusão do lado de fora e protestos da torcida tricolor, São Paulo e Cruzeiro empataram em um a um no Pacaembu. Alexandre Pato abriu o placar, mas Thiago Neves, em bela cobrança de falta, deixou tudo igual: um a um. 

Ainda faltam 31 rodadas para o fim do Brasileirão, mas o pesadelo do rebaixamento já ronda São Januário. Isso porque o Vasco, no jogo das onze da manhã deste domingo, perdeu mais uma, dessa vez o clássico contra o Botafogo. O único gol que deu a vitória ao Glorioso, no Engenhão, foi de Diego Souza.

Também no Engenhão, só que no sábado, o Flamengo, diante de mais de 37 mil pessoas, engatou a segunda vitória seguida ao bater o Fortaleza por dois a zero. O primeiro gol, de Gabriel, veio após linda tabela de Diego, Éverton Ribeiro e Arrascaeta. O atacante também fez o segundo e fechou a conta. A equipe rubro-negra foi comandado pelo interino Marcello Sales. Nas próximas semanas, o técnico português Jorge Jesus chega para sequência da temporada, após a saída de Abel Braga.

Em lua de mel com o torcedor, o Bahia desbancou mais um grande no Brasileiro. Com gol de pênalti de Fernandão, o Tricolor de Aço derrotou o Grêmio por um a zero e encostou no pelotão de cima da tabela. Situação oposta à do time gaúcho, que com o resultado de manteve na zona do rebaixamento, com apenas cinco pontos.

 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Mais uma rodada do Brasileirão se passou neste fim de semana e a pergunta que fica é a seguinte: quem consegue parar o Palmeiras?

Mesmo jogando fora de casa, o líder do campeonato foi até Santa Catarina e venceu a Chapecoense por dois a um. O resultado garantiu a permanência na liderança e fez com que Felipão alcançasse uma marca expressiva no comando do Verdão: 30 jogos seguidos sem derrota pelo Brasileirão, terceira maior sequência da história. Foi de Dudu o gol que abriu o placar dos visitantes, aos 31 da primeira etapa. Pouco depois, o árbitro de vídeo entrou em ação e marcou pênalti a favor da Chape, após toque de mão de Deyverson. Everaldo, um dos artilheiros do torneio com 4 gols, não desperdiçou e deixou tudo igual. Antes do intervalo, Marcos Rocha aproveitou a sobra de bola após cobrança de lateral e marcou o gol da vitória. Final, Chapecoense um, Palmeiras, líder do Brasileirão, dois. O Verdão tem 16 pontos, já que a partida em que venceu o Botafogo está sob análise do STJD.

E na cola da equipe paulista está o Atlético Mineiro. No Independência, o Galo deu show e goleou o CSA: quatro a zero, fora o baile. Os gols foram marcados por Fábio Santos, Cazares, Chará e Adilson.

Quem voltou subir na tabela foi o Santos, que venceu, fora de casa, o Ceará por um a zero, gol de Eduardo Sasha. 

Mantendo os 100% de aproveitamento no Beira-Rio, o Internacional bateu o Avaí por dois a zero, gols de Guerrero e Edenilson.

Depois de perder a Recopa para o River Plate no meio de semana, o Athletico Paranaense soube aproveitar o fator casa e bateu o Fluminense por três a zero. Lucho González, Roni e Marcelo Cirino fizeram a festa do torcedor do Furacão. 

Com confusão do lado de fora e protestos da torcida tricolor, São Paulo e Cruzeiro empataram em um a um no Pacaembu. Alexandre Pato abriu o placar, mas Thiago Neves, em bela cobrança de falta, deixou tudo igual: um a um. 

Ainda faltam 31 rodadas para o fim do Brasileirão, mas o pesadelo do rebaixamento já ronda São Januário. Isso porque o Vasco, no jogo das onze da manhã deste domingo, perdeu mais uma, dessa vez o clássico contra o Botafogo. O único gol que deu a vitória ao Glorioso, no Engenhão, foi de Diego Souza.

Também no Engenhão, só que no sábado, o Flamengo, diante de mais de 37 mil pessoas, engatou a segunda vitória seguida ao bater o Fortaleza por dois a zero. O primeiro gol, de Gabriel, veio após linda tabela de Diego, Éverton Ribeiro e Arrascaeta. O atacante também fez o segundo e fechou a conta. A equipe rubro-negra foi comandado pelo interino Marcello Sales. Nas próximas semanas, o técnico português Jorge Jesus chega para sequência da temporada, após a saída de Abel Braga.

Em lua de mel com o torcedor, o Bahia desbancou mais um grande no Brasileiro. Com gol de pênalti de Fernandão, o Tricolor de Aço derrotou o Grêmio por um a zero e encostou no pelotão de cima da tabela. Situação oposta à do time gaúcho, que com o resultado de manteve na zona do rebaixamento, com apenas cinco pontos.

Reportagem, Raphael Costa