Menu

PESQUISA: Não deixe de atender a ligação do Ministério da Saúde

A pesquisa Vigitel é realizada pelo Ministério da Saúde desde 2006

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

Se você receber a ligação da equipe de pesquisa do Ministério da Saúde, não desligue. A ligação é oficial e faz parte da Vigitel, uma pesquisa oficial que busca entender hábitos, comportamentos e situação de saúde dos brasileiros. Os dados colaboram para o desenvolvimento de políticas de saúde e também para aprimorar programas de prevenção de doenças e ações de promoção da saúde. 


A pesquisa Vigitel 2019 já começou e vai até o final deste ano. Então, fique atento e saiba como funciona. As ligações serão feitas APENAS para telefones fixos dos 26 estados e Distrito Federal. O questionário leva cerca de 12 minutos.


As perguntas têm como principais temas o hábito de fumar, consumo alimentar e de bebidas alcoólicas, prática de atividade física, presença de diabetes e hipertensão. Também podem existir outros questionamentos não relacionados diretamente à saúde, mas EM NENHUM MOMENTO os pesquisadores vão perguntar número de RG,  CPF, sobrenome, salário, número de conta bancária, endereço residencial, local de estudo e/ou trabalho e seus horários de chegada e saída. Eles também NÃO VÃO SOLICITAR  NENHUM depósito bancário de qualquer valor. 


As ligações são feitas entre segunda e sexta-feira das nove da manhã às nove da noite - do horário de Brasília. Já aos sábados, domingos e feriados o horário para receber as ligações é de dez da manhã às quatro da tarde.  Em 2018, mais de 52 mil pessoas colaboraram. A Vigitel existe desde 2006 e foi criada devido ao grande número de doenças crônicas que afetam a população brasileira. 
 

Aline do Valle



Cadastre-se


Se você receber a ligação da equipe de pesquisa do Ministério da Saúde, não desligue. A ligação é oficial e faz parte da Vigitel, uma pesquisa oficial que busca entender hábitos, comportamentos e situação de saúde dos brasileiros. Os dados colaboram para o desenvolvimento de políticas de saúde e também para aprimorar programas de prevenção de doenças e ações de promoção da saúde. 
A pesquisa Vigitel 2019 já começou e vai até o final deste ano. Então, fique atento e saiba como funciona. As ligações serão feitas APENAS para telefones fixos dos 26 estados e Distrito Federal. O questionário leva cerca de 12 minutos.
As perguntas têm como principais temas o hábito de fumar, consumo alimentar e de bebidas alcoólicas, prática de atividade física, presença de diabetes e hipertensão. Também podem existir outros questionamentos não relacionados diretamente à saúde, mas EM NENHUM MOMENTO os pesquisadores vão perguntar número de RG,  CPF, sobrenome, salário, número de conta bancária, endereço residencial, local de estudo e/ou trabalho e seus horários de chegada e saída. Eles também NÃO VÃO SOLICITAR  NENHUM depósito bancário de qualquer valor. 
As ligações são feitas entre segunda e sexta-feira das nove da manhã às nove da noite - do horário de Brasília. Já aos sábados, domingos e feriados o horário para receber as ligações é de dez da manhã às quatro da tarde.  Em 2018, mais de 52 mil pessoas colaboraram. A Vigitel existe desde 2006 e foi criada devido ao grande número de doenças crônicas que afetam a população brasileira.