Menu

PRF começa Operação Carnaval 2019 nas estradas de todo o país

A iniciativa seguirá até às 23h59 da Quarta-feira de Cinzas (6)

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou à meia-noite desta sexta-feira (1) a Operação Carnaval 2019. Os agentes irão intensificar a fiscalização e monitoramento de estradas em todos os estados do país. Serão mais de 600 motociclistas e mais de 2.000 viaturas, além 1.533 bafômetros e aparelhos de radar portátil.

As ações seguirão até às 23h59 da Quarta-feira de Cinzas (6) e irão se concentrar, principalmente, em pontos estratégicos e nas estradas de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Bahia. Esses estados foram responsáveis por mais de 40% dos acidentes graves registrados durante o carnaval do último ano. 

Segundo a PRF, a estratégia é “diminuir o fluxo dos veículos de carga e oferecer reforço concentrado no policiamento preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade”. 

No carnaval de 2018, foram registrados 1.495 acidentes de trânsito, sendo 290 acidentes graves e 103 vítimas mortas. Durante o período, a PRF apreendeu mais de uma tonelada de maconha e aproximadamente 90 quilos de cocaína.
 

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Cadastre-se

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começou à meia-noite desta sexta-feira (1) a Operação Carnaval 2019. Os agentes irão intensificar a fiscalização e monitoramento de estradas em todos os estados do país. Serão mais de 600 motociclistas e mais de 2.000 viaturas, além 1.533 bafômetros e aparelhos de radar portátil.

As ações seguirão até às 23h59 da Quarta-feira de Cinzas (6) e irão se concentrar, principalmente, em pontos estratégicos e nas estradas de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Bahia. Esses estados foram responsáveis por mais de 40% dos acidentes graves registrados durante o carnaval do último ano. 

Segundo a PRF, a estratégia é “diminuir o fluxo dos veículos de carga e oferecer reforço concentrado no policiamento preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade”. 

No carnaval de 2018, foram registrados 1.495 acidentes de trânsito, sendo 290 acidentes graves e 103 vítimas mortas. Durante o período, a PRF apreendeu mais de uma tonelada de maconha e aproximadamente 90 quilos de cocaína.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes