Menu

Receita Federal alerta para e-mail falso sobre malha fina

Para saber se a declaração está ou não na malha fina, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal, que é o rfb.gov.br

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

A Receita Federal faz um alerta para os brasileiros a respeito de uma mensagem de e-mail falsa, em que a pessoa é informada que caiu na malha fina.

No e-mail, um link é indicado para que o usuário acesse um suposto relatório do Imposto de Renda 2018. A Receita, no entanto, alerta que não envia e-mails nem autoriza outras instituições a enviarem mensagens em seu nome. É o que explica o supervisor do Imposto de Renda de São Paulo, auditor fiscal Valter Koppe.

“A Receita Federal possui outros meios para comunicação com o contribuinte, quando o contribuinte possui certificado digital, ele possui uma caixa postal segura, jamais vai ser um e-mail não autorizado ou não solicitado, nem em nome da Receita, nem outro órgão está autorizado ao envio. E neste período que o Imposto de Renda começa a ser o assunto, estamos chegando próximo do prazo de entrega, é normal que estas tentativas de fraudes comecem a acontecer", explicou.

Mensagens como esta devem ser apagadas, uma vez que podem conter vírus ou qualquer outro software malicioso. Na prática, podem causar estragos ao computador do usuário. Para saber se a declaração está ou não na malha fina, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal, que é o rfb.gov.br, ir na opção Extrato de Processamento da DIRPF via e-CAC.

Segundo o auditor fiscal Valter Koppe, para acessar o extrato da declaração, é preciso usar o código de acesso, que é gerado na própria página da Receita Federal ou certificado digital emitido por uma autoridade habilitada.

“Aquele contribuinte que quer acompanhar a situação do processamento da sua declaração, ele pode recorrer ao Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte, onde, através de um código de acesso e senha, que ele cria, ele acessa e verifica a real situação da sua declaração. Hoje também é possível que, através de um celular, ele possa se cadastrar, para, aí sim, receber uma mensagem, devidamente autorizada por ele, para saber a situação da sua declaração", ressaltou.

Você poderá identificar se a declaração está retida em malha fiscal ou se há alguma outra pendência que possa ser regularizada na seção "pendências de malha" do extrato.

Cintia Moreira

Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

A Receita Federal faz um alerta para os brasileiros a respeito de uma mensagem de e-mail falsa, em que a pessoa é informada que caiu na malha fina.

No e-mail, um link é indicado para que o usuário acesse um suposto relatório do Imposto de Renda 2018. A Receita, no entanto, alerta que não envia e-mails nem autoriza outras instituições a enviarem mensagens em seu nome. É o que explica o supervisor do Imposto de Renda de São Paulo, auditor fiscal Valter Koppe.
 

“A Receita Federal possui outros meios para comunicação com o contribuinte, quando o contribuinte possui certificado digital, ele possui uma caixa postal segura, jamais vai ser um e-mail não autorizado ou não solicitado, nem em nome da Receita, nem outro órgão está autorizado ao envio. E neste período que o Imposto de Renda começa a ser o assunto, estamos chegando próximo do prazo de entrega, é normal que estas tentativas de fraudes comecem a acontecer.”

Mensagens como esta devem ser apagadas, uma vez que podem conter vírus ou qualquer outro software malicioso. Na prática, podem causar estragos ao computador do usuário. Para saber se a declaração está ou não na malha fina, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal, que é o rfb.gov.br, ir na opção Extrato de Processamento da DIRPF via e-CAC.

Segundo o auditor fiscal Valter Koppe, para acessar o extrato da declaração, é preciso usar o código de acesso, que é gerado na própria página da Receita Federal ou certificado digital emitido por uma autoridade habilitada.
 

“Aquele contribuinte que quer acompanhar a situação do processamento da sua declaração, ele pode recorrer ao Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte, onde, através de um código de acesso e senha, que ele cria, ele acessa e verifica a real situação da sua declaração. Hoje também é possível que, através de um celular, ele possa se cadastrar, para, aí sim, receber uma mensagem, devidamente autorizada por ele, para saber a situação da sua declaração.”

Você poderá identificar se a declaração está retida em malha fiscal ou se há alguma outra pendência que possa ser regularizada na seção "pendências de malha" do extrato.

Reportagem, Cintia Moreira