Menu

Relatório da Previdência deve ser apresentado e debatido em junho

A previsão é do presidente da comissão especial que analisa a reforma, deputado Marcelo Ramos (PR-AM)

Banners
Marcelo Camargo/Agência Brasil

O cronograma prévio para análise da reforma da Previdência foi definido nesta terça-feira (30) pelo presidente da comissão especial que analisa a proposta, deputado Marcelo Ramos (PR-AM).

A ideia, segundo o parlamentar, é que sejam realizadas 11 audiências públicas ao longo do mês de maio para que relatório seja apresentado e debatido já durante o mês de junho.

“O parecer do relator, nós estamos trabalhando com o prazo estabelecido pelo presidente (da Câmara) Rodrigo Maia. Se ele quer votar no Plenário em julho, nós vamos montar todo o cronograma para terminar os trabalhos em junho", explica Ramos. "Acontece que existem elementos nesse debate que independem de nós. Porque a elaboração do relatório na comissão tem que ser coordenada com a construção de maioria no Plenário. Não adianta votar na comissão sem ter a maioria no Plenário”, ressalta.

O cronograma apresentado por Ramos foi definido após reunião com relator da proposta, Samuel Moreira (PSDB-SP), e o vice-presidente da comissão, Silvio Costa Filho (PRB-PE), na manhã desta terça.

O objetivo agora é que a comissão se reúna três vezes por semana para que o debate seja feito de forma rápida e detalhada.

João Paulo Machado

João Paulo é graduado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e iniciou sua carreira estagiando na área de reportagem da Rádio Nacional (EBC). Na Agência do Rádio atuou na cobertura de eventos importantes como os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. No mesmo período, desenvolveu trabalho em parceria com o Ministério do Esporte redigindo reportagens para o portal Brasil2016.gov.br, além de colaborações para redes sociais.Atualmente, cobre os acontecimentos da Praça dos Três Poderes para a Agência do Rádio.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

O cronograma prévio para análise da reforma da Previdência foi definido nesta terça-feira (30) pelo presidente da comissão especial que analisa a proposta, deputado Marcelo Ramos (PR-AM).

A ideia, segundo o parlamentar, é que sejam realizadas 11 audiências públicas ao longo do mês de maio para que relatório seja apresentado e debatido já durante o mês de junho.
 

“O parecer do relator, nós estamos trabalhando com o prazo estabelecido pelo presidente (da Câmara) Rodrigo Maia. Se ele quer votar no Plenário em julho, nós vamos montar todo o cronograma para terminar os trabalhos em junho. Acontece que existem elementos nesse debate que independem de nós. Porque a elaboração do relatório na comissão tem que ser coordenada com a construção de maioria no Plenário. Não adianta votar na comissão sem ter a maioria no Plenário. ”

O cronograma apresentado por Ramos foi definido após reunião com relator da proposta, Samuel Moreira (PSDB-SP), e o vice-presidente da comissão, Silvio Costa Filho (PRB-PE), na manhã desta terça.

O objetivo agora é que a comissão se reúna três vezes por semana para que o debate seja feito de forma rápida e detalhada.

Reportagem, João Paulo Machado