Menu

RIO DE JANEIRO (RJ): Torneio nacional de robótica tem equipe da capital entre as favoritas

Alunos do colégio Liceu Franco-Brasileiro vão em busca de vagas para o mundial de robótica que será disputado nos Estados Unidos; etapa nacional é neste fim de semana no Pier Mauá

Banners
Equipe FrancoDroid - Arquivo Pessoal

A cidade do Rio de Janeiro será palco da etapa nacional do Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League. A competição reunirá, a partir desta sexta-feira (15), estudantes de todo o Brasil, e vai até domingo (15), Pier Mauá (Avenida Rodrigues Alves, 20).

O torneio é uma parceria entre o SESI e a fabricante de brinquedos LEGO. Ele vale vagas para a etapa mundial do First LEGO League, um programa internacional que incentiva estudantes, de nove a 16 anos, de vários países, a criarem soluções criativas por meio da robótica. A equipe “FrancoDroid”, do colégio Liceu Franco-Brasileiro, representará a cidade do Rio na competição.  

Os alunos do Liceu Franco-Brasileiro criaram um robô, com peças de LEGO, capaz de simular tarefas que podem facilitar a vida dos astronautas em missões no espaço. É que o desafio desta edição do torneio é o desenvolvimento de alternativas para o bem-estar dos cosmonautas e em pesquisas especiais.

O robô é capaz de simular, entre outras habilidades, trabalhos de alinhamentos de satélites e realocação de placas solares, de forma autônoma.

“Com o nosso robô, conseguimos fazer várias coisas. Por exemplo: resgatar o astronauta. O nosso robô simula esse resgate. A gente também consegue levar satélites para um determinado ponto”, conta a professora e instrutora da equipe do colégio Liceu Franco-Brasileiro, Rosângela Nezi.

Robô Equipe FrancoDroid - Arquivo Pessoal

A equipe “FrancoDroid” é formada por oito estudantes, da primeira série ao segundo ano do ensino médio. Em dezembro, a equipe conseguiu classificação para a etapa nacional no torneio regional realizado em Curitiba, Paraná.  

Os alunos ficaram em primeiro lugar e levaram o prêmio Champion's Award, que contempla os melhores resultados gerais no torneio, em todas as categorias: desafio do robô e projeto de pesquisa. O feito coloca a equipe do Rio de Janeiro entre as favoritas no torneio nacional.

Além do desempenho do robô, os estudantes cariocas apresentaram projeto de pesquisa que prevê a criação de um coletor menstrual, ou seja, um reservatório pessoal de coleta de sangue menstrual para o auxílio das mulheres astronautas.

“A gente descobriu que tem um coletor menstrual que já está no mercado há algum tempo – várias mulheres usam e gostam. Só que teria problema, no espaço, por conta da falta de gravidade. Então, quando a mulher fosse fazer sua higiene, esse sangue se dissiparia dentro da aeronave. Então, a gente criou uma película protetora. Quando o sangue entra, não consegue sair”, explica Rosângela Nezi.

Torneio de Robótica

O Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League é um programa internacional de exploração científica, que promove o ensino de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática no ambiente escolar e contribui para o desenvolvimento de competências e habilidades comportamentais para a vida. A cada ano o torneio estimula o trabalho colaborativo, a criatividade e traz desafios do mundo real para os alunos, em todo o mundo.

No início de 2018, a empresa LEGO, em parceria com o SESI, desafiou estudantes das escolas brasileiras com o tema “Into Orbit”, para o desenvolvimento de ideias voltadas para as pesquisas espaciais.

Entre outubro e dezembro de 2018, foram realizadas etapas regionais para selecionar as melhores propostas e trabalhos. Os alunos escolhidos vão participar da etapa nacional entre 15 e 17 de março. Os melhores colocados podem garantir uma vaga no torneio mundial em Houston, nos Estados Unidos. 

“Quando a gente fala de tecnologia, muitas vezes, as pessoas tendem a separar a tecnologia das outras áreas do conhecimento. Não. [A tecnologia] está inserida em todas as áreas do conhecimento. A questão do desenvolvimento ficou bastante importante. E a gente tem essa felicidade de ser sede dessa atividade aqui, no Rio de Janeiro. É muito importante para nossas escolas”, ressalta o gerente de Educação Básica do SESI-RJ, Giovani Lima.

Desde 2013, o SESI é o operador oficial da Torneio SESI de Robótica First LEGO League, no Brasil. Nesse período, foram quase 17 mil competidores de mais de 1,7 mil escolas públicas e particulares.

Atualmente, todas as escolas do SESI de ensino fundamental e médio, de todo o Brasil, contam com o programa no currículo, independentemente da participação no torneio.
 

Saiba Mais

ARB Mais
 


Comente...

Cadastre-se

LOC.: A equipe “FrancoDroid”, do colégio Liceu Franco-Brasileiro, vai representar a cidade do Rio de Janeiro na etapa nacional do Torneio SESI de Robótica. O torneio vai reunir estudantes de todo o Brasil, a partir desta sexta-feira (15), no Pier Mauá, que fica na Avenida Rodrigues Alves, número 20.   

Os alunos criaram um robô, com peças de LEGO, capaz de simular tarefas que podem facilitar a vida dos astronautas em missões no espaço. É que o desafio desta edição do torneio é o desenvolvimento de alternativas para o bem-estar dos cosmonautas e em pesquisas especiais.

O robô dos estudantes é capaz de simular, entre outras habilidades, trabalhos de alinhamentos de satélites e realocação de placas solares, de forma autônoma, como explica a professora e instrutora da equipe, Rosângela Nezi.

TEC./SONORA: Professora e instrutora da equipe FrancoDroid, do colégio Franco-Brasileiro, Rosângela Nezi.

“Com o nosso robô, conseguimos fazer várias coisas. Por exemplo: resgatar o astronauta. O nosso robô simula esse resgate. A gente também consegue levar satélites para um determinado ponto.”

LOC.: A equipe “FrancoDroid” é formada por oito estudantes, da primeira série ao segundo ano do ensino fundamental. Em dezembro, a equipe conseguiu classificação para a etapa nacional, durante o torneio regional realizado em Curitiba, Paraná. 

Os alunos ficaram em primeiro lugar geral no torneio, em todas as categorias: desafio do robô e projeto de pesquisa. O feito coloca a equipe do Rio de Janeiro entre as favoritas no torneio nacional.

O gerente de Educação Básica do SESI, no Rio de Janeiro, Giovani Lima, ressalta que o torneio de robótica valoriza o estudo das tecnologias, em todas as etapas do aprendizado dos estudantes.

TEC./SONORA: Giovani Lima, Gerente de Educação Básica do SESI-RJ

“Quando a gente fala de tecnologia, muitas vezes, as pessoas tendem separar a tecnologia das outras áreas do conhecimento. Não. Está inserida em todas as áreas do conhecimento. A questão do desenvolvimento ficou bastante importante. E a gente ter essa felicidade de ser sede dessa atividade aqui, no Rio de Janeiro. É muito importante para nossas escolas.” 

LOC.: Desde 2013, o SESI é o operador oficial do Torneio SESI de Robótica, First LEGO League, no Brasil. Nesse período, quase 17 mil competidores de mais de 1,7 mil escolas públicas e particulares participaram do torneio. Este ano, a competição nacional vale vagas para disputa da etapa mundial que será realizada em Houston, nos Estados Unidos.  

Reportagem, Cristiano Carlos