Menu

Rodriguinho marca e Cruzeiro vence em estreia na Liberta

Peixe aplica mais uma goleada e se classifica na Copa do Brasil

  • Repórter Raphael Costa
  • Data de publicação: 08 de Março de 2019, 09:54h
Banners
Créditos; Vinnicius Silva- Cruzeiro

Estreias e definição de vaga foram alguns dos ingredientes desta noite de quinta-feira (7) na rodada do futebol.

Pela Libertadores, o Cruzeiro fez sua primeira partida na competição fora de casa e voltou com três pontos na bagagem. A Raposa viajou até a Argentina para enfrentar o Huracán e fez um jogo digno do campeonato mais disputado da América do Sul. 

Com um campo pesado e sofrendo muita pressão do time da casa, a equipe mineira se segurou na defesa. Até que aos 29 minutos Robinho deu passe preciso para Rodriguinho marcar o gol do Cabuloso.

No segundo tempo, foi a vez do goleiro e ídolo da Raposa, Fábio, aparecer e fazer jus a sua história no clube. Ele evitou três boas chances da equipe argentina, que pressionou durante todo o segundo tempo em busca do empate. Final, Huracán zero, Cruzeiro um. O resultado dá à Raposa a liderança temporária do Grupo B.

E três jogos fecharam a segunda fase da Copa do Brasil. No Pacaembu, o Santos comandado pelo técnico Jorge Sampaoli aplicou mais uma goleada. A vítima da vez foi o América de Natal, que perdeu por quatro a zero para o Peixe. Derlís Gonzales, Jean Motta, Rodrygo e Felipe Aguilar fizeram os gols da classificação santista.

Em casa, o Avaí bateu o Brasil de Pelotas por dois a zero e também garantiu a permanência da equipe no torneio. De maneira heroica, o ABC de Natal também se classificou. Diante do Moto Club, o time potiguar chegou a estar perdendo por dois a zero no tempo normal, mas conseguiu um empate. Nos pênaltis, carimbou a passagem para a próxima fase.

 


Comente...

Cadastre-se

Estreias e definição de vaga foram alguns dos ingredientes desta noite de quinta-feira (7) na rodada do futebol.

Pela Libertadores, o Cruzeiro fez sua primeira partida na competição fora de casa e voltou com três pontos na bagagem. A Raposa viajou até a Argentina para enfrentar o Huracán e fez um jogo digno do campeonato mais disputado da América do Sul. 

Com um campo pesado e sofrendo muita pressão do time da casa, a equipe mineira se segurou na defesa. Até que aos 29 minutos Robinho deu passe preciso para Rodriguinho marcar o gol do Cabuloso.

No segundo tempo, foi a vez do goleiro e ídolo da Raposa, Fábio, aparecer e fazer jus a sua história no clube. Ele evitou três boas chances da equipe argentina, que pressionou durante todo o segundo tempo em busca do empate. Final, Huracán zero, Cruzeiro um. O resultado dá à Raposa a liderança temporária do Grupo B.

E três jogos fecharam a segunda fase da Copa do Brasil. No Pacaembu, o Santos comandado pelo técnico Jorge Sampaoli aplicou mais uma goleada. A vítima da vez foi o América de Natal, que perdeu por quatro a zero para o Peixe. Derlís Gonzales, Jean Motta, Rodrygo e Felipe Aguilar fizeram os gols da classificação santista.

Em casa, o Avaí bateu o Brasil de Pelotas por dois a zero e também garantiu a permanência da equipe no torneio. De maneira heroica, o ABC de Natal também se classificou. Diante do Moto Club, o time potiguar chegou a estar perdendo por dois a zero no tempo normal, mas conseguiu um empate. Nos pênaltis, carimbou a passagem para a próxima fase.

Reportagem, Raphael Costa