Menu

Safra de grãos deve bater recorde em 2020, estima IBGE

IBGE estima que safra nacional de grãos se aproxime de 250 milhões de toneladas neste ano

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

Um levantamento do IBGE, divulgado nessa semana (12), mostrou que a safra nacional de grãos deve bater um novo recorde. O número deve chegar a 247 milhões de toneladas neste ano, o que representa um aumento de 2,3% na comparação com a colheita do ano passado. 

De acordo com o Instituto, o aumento se deve ao crescimento da estimativa de 6,7% para a soja e de 3,5% para o arroz. Isso representa mais de 120 milhões de toneladas de soja e mais de 10,5 milhões de toneladas de arroz.

Mato Grosso continua como maior produtor de soja em todo o Brasil. A expectativa é de que o estado responda por mais de 28% do volume de grão produzido no país, estimado em quase 35 milhões de toneladas. 

O Paraná segue como segundo no ranking, mesmo registrando recuo de 0,3% ao fim da colheita. Estima-se que o estado paranaense alcance o novo recorde de 20,7 milhões de toneladas.  

A Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab, ressaltou que, apesar dos problemas climáticos na região Sul do País, a produção de soja está estimada em mais de 120 milhões de toneladas e o milho em 102 milhões. 
 

Jalila Arabi

Jornalista formada há 15 anos e pós-graduada em língua portuguesa, com experiência em redação, rádio e assessoria de imprensa. Antes de ingressar na redação do Brasil61, passou por importantes órgãos, como Inep/ MEC, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Frente Nacional de Prefeitos e Federação Nacional dos Policiais Federais, além de realizar cobertura dentro do Congresso Nacional. Experiência também em gerenciamento de crise, redação, edição e revisão de textos, produção de conteúdo de rádio e assessoria.


Cadastre-se

LOC.: Um levantamento do IBGE, divulgado nessa semana (12), mostrou que a safra nacional de grãos deve bater um novo recorde. O número deve chegar a 247 milhões de toneladas neste ano, o que representa um aumento de 2,3% na comparação com a colheita do ano passado. 

De acordo com o Instituto, o aumento se deve ao crescimento da estimativa de 6,7% para a soja e de 3,5% para o arroz. Isso representa mais de 120 milhões de toneladas de soja e mais de 10,5 milhões de toneladas de arroz.

Mato Grosso continua como maior produtor de soja em todo o Brasil. A expectativa é de que o estado responda por mais de 28% do volume de grão produzido no país, estimado em quase 35 milhões de toneladas. 

O Paraná segue como segundo no ranking, mesmo registrando recuo de 0,3% ao fim da colheita. Estima-se que o estado paranaense alcance o novo recorde de 20,7 milhões de toneladas.  

A Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab, ressaltou que, apesar dos problemas climáticos na região Sul do País, a produção de soja está estimada em mais de 120 milhões de toneladas e o milho em 102 milhões. 

Reportagem, Jalila Arabi.