Menu

SALVADOR: Ações contra avanço de HIV/aids devem distribuir 3 milhões de camisinhas no carnaval

Segundo a Secretaria de Saúde municipal, Salvador registrou 732 casos de aids. Neste ano, o número de notificações chegou a 82

Banners
Foto: Ministério da Saúde

Salvador está entre os principais palcos do carnaval brasileiro. A cidade costuma receber grandes atrações e um público expressivo. Segundo estimativas da prefeitura, 800 mil turistas devem passar os dias de folia em terras soteropolitanas. Entre eles, estão brasileiros de todas as regiões e estrangeiros de países como Argentina, França, Itália, Portugal e Alemanha.

Toda a festa e animação, no entanto, deve ser acompanhada de atitudes responsáveis por parte dos foliões. Entre elas, está o uso da camisinha. 

De acordo com a coordenadora Municipal do Programa de IST/Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Saúde de Salvador, Helena Lima, sem essa proteção, as pessoas estão sujeitas às infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a aids, por exemplo. 

“O importante sempre é que o folião, em alguma situação onde ele tiver dúvida ou alguma necessidade, que procure um dos dez módulos assistenciais que ficarão em todo o percurso. Esses módulos estão funcionando durante todo o horário de carnaval, onde ele vai encontrar profissionais que vão poder dar uma orientação ou uma assistência, caso ele precise”, destaca.

A Secretaria Municipal de Saúde de Salvador informou que, até o fim da próxima semana, cerca de 3 milhões de preservativos serão distribuídos à população. Um milhão e 800 mil unidades já foram entregues na capital. A gestora afirma ainda que os foliões vão ter amplo apoio da equipe de saúde do município, que estará presente durante todos os circuitos.

No ano passado, segundo a Secretaria de Saúde municipal, Salvador registrou 732 casos de aids. Neste ano, o número de notificações chegou a 82. Por isso, é importante não se descuidar!

As equipes volantes farão a entrega dos preservativos nos principais pontos da cidade. O Camarote do Nana, os Corujas e o show da banda Chiclete com Banana estão entre os pontos onde haverá distribuição de camisinha.

Os foliões também podem retirar os preservativos em todas as Unidades Básicas de Saúde de Salvador, inclusive nas que funcionam durante 24 horas, caso das Unidades Básicas de Saúde (UPA). 

Então, não se esqueça! Pare, pense e use camisinha. Em caso de dúvida, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil.
 

Agência do Rádio



Cadastre-se

LOC: Salvador está entre os principais palcos do carnaval brasileiro. A cidade costuma receber grandes atrações e um público expressivo. Segundo estimativas da prefeitura, 800 mil turistas devem passar os dias de folia em terras soteropolitanas. Entre eles, estão brasileiros de todas as regiões e estrangeiros de países como Argentina, França, Itália, Portugal e Alemanha.

Toda a festa e animação, no entanto, deve ser acompanhada de atitudes responsáveis por parte dos foliões. Entre elas, está o uso da camisinha. 

De acordo com a coordenadora Municipal do Programa de IST/Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Saúde de Salvador, Helena Lima, sem essa proteção, as pessoas estão sujeitas às infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a aids, por exemplo. 
 

TEC/SONORA: Helena Lima, coordenadora do Programa de IST/Aids e Hepatites Virais de Salvador

“O importante sempre é que o folião, em alguma situação onde ele tiver dúvida ou alguma necessidade, que procure um dos dez módulos assistenciais que ficarão em todo o percurso. Esses módulos estão funcionando durante todo o horário de carnaval, onde ele vai encontrar profissionais que vão poder dar uma orientação ou uma assistência, caso ele precise.”
 

LOC: A Secretaria Municipal de Saúde de Salvador informou que, até o fim da próxima semana, cerca de 3 milhões de preservativos serão distribuídos à população. Um milhão e 800 mil unidades já foram entregues na capital. A gestora afirma ainda que os foliões vão ter amplo apoio da equipe de saúde do município, que estará presente durante todos os circuitos.
No ano passado, segundo a Secretaria de Saúde municipal, Salvador registrou 732 casos de aids. Neste ano, o número de notificações chegou a 82. Por isso, é importante não se descuidar!

As equipes volantes farão a entrega dos preservativos nos principais pontos da cidade. O Camarote do Nana, os Corujas e o show da banda Chiclete com Banana estão entre os pontos onde haverá distribuição de camisinha.

Os foliões também podem retirar os preservativos em todas as Unidades Básicas de Saúde de Salvador, inclusive nas que funcionam durante 24 horas, caso das Unidades Básicas de Saúde (UPA). 

Então, não se esqueça! Pare, pense e use camisinha. Em caso de dúvida, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil.