Menu

Setor de serviços cai 0,1% em 2018 e registra quarto ano seguido de quedas

Segundo gerente da Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, Rodrigo Lobo, a situação econômica do país dificulta a recuperação do setor

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta quarta-feira (14) que o volume de serviços prestados no Brasil caiu 0,1%, no ano passado. Com o resultado, o país chega ao quarto ano seguido de retração. A perda no período foi de 11,1%. No entanto, o índice de 2018 foi o menor nos últimos quatro anos.

O gerente da Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, Rodrigo Lobo, ressalta que a situação econômica do Brasil dificulta a recuperação dos serviços no país.

“No fechamento do ano, o setor de serviços mostra uma variação negativa de 0,1%. Já é o quarto ano seguido de queda para o setor de serviços, acumulando uma perda de 11,1%. E o principal destaque negativo, novamente, vem dos serviços profissionais, administrativos e complementares, com perda de 1,9%. Também é o quarto ano seguido de queda para esse setor, que tem dificuldade para se recuperar da crise financeira vivenciada nesse período pela economia brasileira”, disse.

Outros setores, como transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio registraram índices positivos em 2018. Se compararmos os dados de janeiro a dezembro do ano passado com os números do mesmo período de 2017, houve redução no volume de serviços em 23 das 27 unidades da federação. O maior recuo aconteceu no Ceará, com 7,1%. São Paulo registrou o melhor índice, com 2,1%.
 

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

O IBGE informou nesta quarta-feira (14) que o volume de serviços prestados no Brasil caiu 0,1%, no ano passado. Com o resultado, o país chega ao quarto ano seguido de retração. A perda no período foi de 11,1%. No entanto, o índice de 2018 foi o menor nos últimos quatro anos.

O gerente da Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE, Rodrigo Lobo, ressalta que a situação econômica do Brasil dificulta a recuperação dos serviços no país.

“No fechamento do ano, o setor de serviços mostra uma variação negativa de 0,1%. Já é o quarto ano seguido de queda para o setor de serviços, acumulando uma perda de 11,1%. E o principal destaque negativo, novamente, vem dos serviços profissionais, administrativos e complementares, com perda de 1,9%. Também é o quarto ano seguido de queda para esse setor, que tem dificuldade para se recuperar da crise financeira vivenciada nesse período pela economia brasileira”.

Outros setores, como transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio registraram índices positivos em 2018. Se compararmos os dados de janeiro a dezembro do ano passado com os números do mesmo período de 2017, houve redução no volume de serviços em 23 das 27 unidades da federação. O maior recuo aconteceu no Ceará, com 7,1%. São Paulo registrou o melhor índice, com 2,1%.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes