Menu

SIMPLÍCIO MENDES (PI): Laboratório de Unidade Básica é ampliado e oferece exames de detecção de dengue

Além dos moradores da cidade, o laboratório atende pacientes de Campina do Piauí, Conceição do Canindé, Isaias Coelho, Paes Landim, Santa Rita e de Bela Vista.

Banners
Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Simplício Mendes (PI) ampliou o Laboratório da Unidade Básica Neri de Moura Fé e passou a oferecer exames de detecção para doenças causadas pelo Aedes aegypti. Além dos moradores da cidade, o laboratório atende pacientes de Campina do Piauí, Conceição do Canindé, Isaias Coelho, Paes Landim, Santa Rita e de Bela Vista.

Segundo Valfredo Portela, diretor de Saúde da Secretaria Municipal de Simplício Mendes, a automatização e o crescimento do laboratório estão permitindo mais rapidez e eficiência na elaboração e resultados dos exames.

“Anteriormente, para dar um resultado, por exemplo, de uma sorologia de dengue nós precisávamos mandar para outra cidade. Então, automatizamos o nosso laboratório para que esses dados possam ser dados com mais celeridade aqui no próprio município.”

Dados da Secretaria Estadual de Saúde revelam que, no ano passado, Simplício Mendes esteve entre os cinco municípios com maior incidência de dengue. No total, 124 casos da doença foram confirmados. Os bairros São Francisco e Centro foram os mais afetados.

Créditos: Sabrine Cruz

Uma das vítimas do mosquito foi o Francisco de Souza, de 59 anos. Morador do Centro, o tapeceiro teve dengue no ano passado e precisou ficar internado no hospital municipal para tratar da doença. Após se recuperar, ele redobrou os cuidados com a residência e ainda aconselha os vizinhos, pois acredita que o combate ao mosquito é um trabalho de todos.

“Eu mesmo cuido da minha casa direitinho e peço para os meus vizinhos não deixarem água nas vasilhas, nas caixas. A gente tem que cuidar.” 

O município tem buscado desenvolver ações de reforço e combate ao Aedes aegypti.

Dessa forma, a Secretaria de Saúde tem investido na capacitação dos profissionais, cursos e na coleta de lixo regular. Só no ano passado, os 10 agentes de endemias e os 32 agentes comunitários realizaram mais de 23 mil visitas residenciais. A expectativa é ultrapassar esse número em 2020, segundo Portela. 

Créditos: Ítalo Novaes

O Piauí está entre os onze estados do Brasil em alerta para um possível risco de surto de dengue neste ano, segundo o Ministério da Saúde. Neste ano, até 18 de janeiro, o estado notificou sete casos prováveis de dengue, um de zika e nenhum de chikungunya. No ano passado, foram mais de sete mil casos prováveis de dengue, 890 de chikungunya e 56 de zika, segundo o boletim do Ministério da Saúde.

Por isso, é muito importante que todos cuidem de suas moradias. Se você deseja solicitar uma visita dos agentes de endemias da cidade entre em contato com a Secretária de Saúde pelo (89) 3482- 1770. Repetindo: (89) 3482- 1770. 

E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes. 

Agência do Rádio



Cadastre-se


LOC:  A Secretaria de Saúde de Simplício Mendes (PI) ampliou o Laboratório da Unidade Básica Neri de Moura Fé e passou a oferecer exames de detecção para doenças causadas pelo Aedes aegypti. Além dos moradores da cidade, o laboratório atende pacientes de Campina do Piauí, Conceição do Canindé, Isaias Coelho, Paes Landim, Santa Rita e de Bela Vista.

Segundo Valfredo Portela, diretor de Saúde da Secretaria Municipal de Simplício Mendes, a automatização e o crescimento do laboratório estão permitindo mais rapidez e eficiência na elaboração e resultados dos exames.

TEC./SONORA: Diretor de Saúde da Secretária Municipal de Simplício Mendes, Valfredo Portela

“Anteriormente, para dar um resultado, por exemplo, de uma sorologia de dengue nós precisávamos mandar para outra cidade. Então, automatizamos o nosso laboratório para que esses dados possam ser dados com mais celeridade aqui no próprio município.”

LOC.:  Dados da Secretaria Estadual de Saúde revelam que, no ano passado, Simplício Mendes esteve entre os cinco municípios com maior incidência de dengue. No total, 124 casos da doença foram confirmados. Os bairros São Francisco e Centro foram os mais afetados.

Uma das vítimas do mosquito foi o Francisco de Souza, de 59 anos. Morador do Centro, o tapeceiro teve dengue no ano passado e precisou ficar internado no hospital municipal para tratar da doença. Após se recuperar, ele redobrou os cuidados com a residência e ainda aconselha os vizinhos, pois acredita que o combate ao mosquito é um trabalho de todos.

TEC./SONORA: Francisco de Souza, 59 anos, tapeceiro

“Eu mesmo cuido da minha casa direitinho e peço para os meus vizinhos não deixarem água nas vasilhas, nas caixas. A gente tem que cuidar.” 

LOC.: O município tem buscado desenvolver ações de reforço e combate ao Aedes aegypti.

Dessa forma, a Secretaria de Saúde tem investido na capacitação dos profissionais, cursos e na coleta de lixo regular. Só no ano passado, os 10 agentes de endemias e os 32 agentes comunitários realizaram mais de 23 mil visitas residenciais. A expectativa é ultrapassar esse número em 2020, segundo Portela. 

O Piauí está entre os onze estados do Brasil em alerta para um possível risco de surto de dengue neste ano, segundo o Ministério da Saúde. Neste ano, até 18 de janeiro, o estado notificou sete casos prováveis de dengue, um de zika e nenhum de chikungunya. No ano passado, foram mais de sete mil casos prováveis de dengue, 890 de chikungunya e 56 de zika, segundo o boletim do Ministério da Saúde.

Por isso, é muito importante que todos cuidem de suas moradias. Se você deseja solicitar uma visita dos agentes de endemias da cidade entre em contato com a Secretária de Saúde pelo (89) 3482- 1770. Repetindo: (89) 3482- 1770. 

E você? Já combateu o mosquito hoje? A mudança começa dentro de casa. Proteja a sua família. Para mais informações, acesse saude.gov.br/combateaedes.