Menu

Theresa May renuncia ao cargo de primeira-ministra do Reino Unido

O sucessor dela será definido até o fim de junho

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Reprodução Twitter

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24) que irá deixar o cargo no dia sete de junho. A decisão foi anunciada após o fracasso na condução do Brexit, processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

A disputa para a sucessão de May na liderança do Partido Conservador, e consequentemente do país, deve durar entre seis e oito semanas. A primeira-ministra britânica tem 62 anos e vinha sofrendo uma forte pressão para deixar o cargo, inclusive dentro de seu próprio partido.

Ela está há três anos no posto e declarou que a principal motivação de sua saída foi o terceiro fracasso em aprovar o acordo costurado por ela com a União Europeia sobre o Brexit no Parlamento Britânico.

Theresa May já tinha declarado que iria deixar o governo assim que seu acordo com a União Europeia fosse aprovado, fato que não se concretizou.
O favorito para ocupar o cargo que será deixado por May é o ex-ministro de Relações Exteriores e ex-prefeito de Londres, Boris Johnson, que já admitiu ter a pretensão de assumir o posto.

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24) que irá deixar o cargo no dia sete de junho. A decisão foi anunciada após o fracasso na condução do Brexit, processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

A disputa para a sucessão de May na liderança do Partido Conservador, e consequentemente do país, deve durar entre seis e oito semanas. A primeira-ministra britânica tem 62 anos e vinha sofrendo uma forte pressão para deixar o cargo, inclusive dentro de seu próprio partido.

Ela está há três anos no posto e declarou que a principal motivação de sua saída foi o terceiro fracasso em aprovar o acordo costurado por ela com a União Europeia sobre o Brexit no Parlamento Britânico.

Theresa May já tinha declarado que iria deixar o governo assim que seu acordo com a União Europeia fosse aprovado, fato que não se concretizou.
O favorito para ocupar o cargo que será deixado por May é o ex-ministro de Relações Exteriores e ex-prefeito de Londres, Boris Johnson, que já admitiu ter a pretensão de assumir o posto.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes