Menu

TRÂNSITO: Período de Volta às aulas merece atenção especial

Acidentes envolvendo menores no trânsito é uma das principais causas de morte em crianças de 0 a 14 anos

  • Repórter Aline do Valle
  • Data de publicação: 01 de Março de 2019, 15:31h
Banners

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, só no ano passado, cerca de mil e cem crianças morreram em acidentes de trânsito no Brasil. Por isso, a atenção dos motoristas durante esse período de volta às aulas deve ser redobrada, já que a movimentação de crianças nas ruas aumenta consideravelmente. O fiscal de trânsito Wilson Martins, faz o alerta. 


 “O motorista tem que ficar atento porque a criança é um ser imprevisível. Então como a própria lei já estabelece, eles devem primeiramente ter observância pelas placas de advertência. E em locais onde tem aglomeração como porta de escola, creches – esse tipo de coisa. Eles devem reduzir a velocidade ao se aproximar desses locais. Sendo até uma infração deixar de reduzir a velocidade nesses locais”. 


Mas não é só quem está dirigindo que precisa estar atento. Os responsáveis pelas crianças também precisam ter muita atenção. Não deixe a criança atravessar de um lado para o outro da rua sem segurá-la pelo punho, nem mesmo pelas mãos. Essa é uma medida de segurança para evitar que as mãos escorreguem em uma emergência. E SEMPRE PROCURE uma faixa de segurança para fazer a travessia, como indica o especialista. 


 “O ideal é que sempre procure a faixa mais próxima. A lei, o código de trânsito estabelece que o pedestre deve atravessar na faixa quando a faixa está a menos de 50 metros dele. A forma correta é que o pedestre, a criança, o adulto, ele deve sinalizar e evitar atravessar fora da faixa”. 


Acidentes envolvendo menores no trânsito é uma das principais causas de morte em crianças de 0 a 14 anos –Saiba mais em: saude.gov.br.
 


Comente...

Cadastre-se

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, só no ano passado, cerca de mil e cem crianças morreram em acidentes de trânsito no Brasil. Por isso, a atenção dos motoristas durante esse período de volta às aulas deve ser redobrada, já que a movimentação de crianças nas ruas aumenta consideravelmente. O fiscal de trânsito Wilson Martins, faz o alerta. 

 “O motorista tem que ficar atento porque a criança é um ser imprevisível. Então como a própria lei já estabelece, eles devem primeiramente ter observância pelas placas de advertência. E em locais onde tem aglomeração como porta de escola, creches – esse tipo de coisa. Eles devem reduzir a velocidade ao se aproximar desses locais. Sendo até uma infração deixar de reduzir a velocidade nesses locais”. 

Mas não é só quem está dirigindo que precisa estar atento. Os responsáveis pelas crianças também precisam ter muita atenção. Não deixe a criança atravessar de um lado para o outro da rua sem segurá-la pelo punho, nem mesmo pelas mãos. Essa é uma medida de segurança para evitar que as mãos escorreguem em uma emergência. E SEMPRE PROCURE uma faixa de segurança para fazer a travessia, como indica o especialista. 

 “O ideal é que sempre procure a faixa mais próxima. A lei, o código de trânsito estabelece que o pedestre deve atravessar na faixa quando a faixa está a menos de 50 metros dele. A forma correta é que o pedestre, a criança, o adulto, ele deve sinalizar e evitar atravessar fora da faixa”. 

Acidentes envolvendo menores no trânsito é uma das principais causas de morte em crianças de 0 a 14 anos –Saiba mais em: saude.gov.br.