Menu

Um terço dos brasileiros devem comprar presentes no Natal mesmo com contas em atraso

Em 2018, 15% se endividaram devido às compras durante o período natalino

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

Pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal mostra que um a cada três brasileiros possuem a intenção de comprar presentes no Natal, mesmo com contas em atraso.

De acordo com o levantamento, 33% dos entrevistados com débitos a pagar querem fazer compras no período natalino. Destes, 66% estão com restrição em seus CPF’s. 15% dos que responderam à pesquisa informaram que ficaram com o nome sujo devido às compras feitas no Natal de 2018, sendo que 9% continuaram negativados e 7% porcento conseguiram quitar seus débitos. O valor médio das dívidas foi de R$ 847,17.

A pesquisa também indica que 26% daqueles que pretendem comprar presentes de Natal admitem gastar mais do que podem. Por outro lado, 8% dos entrevistados informaram que não irão negligenciar compromissos financeiros assumidos anteriormente para realizar compras durante o período. 85% não deixarão de pagar alguma conta para adquirir presentes.

A pesquisa foi realizada entre sete e 12 de outubro e foram ouvidas 686 pessoas. A margem de erro do levantamento é de 3,7 a quatro pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.
 

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Cadastre-se

Pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) nas capitais dos 26 estados e no Distrito Federal mostra que um a cada três brasileiros possuem a intenção de comprar presentes no Natal, mesmo com contas em atraso.

De acordo com o levantamento, 33% dos entrevistados com débitos a pagar querem fazer compras no período natalino. Destes, 66% estão com restrição em seus CPF’s. 15% dos que responderam à pesquisa informaram que ficaram com o nome sujo devido às compras feitas no Natal de 2018, sendo que 9% continuaram negativados e 7% porcento conseguiram quitar seus débitos. O valor médio das dívidas foi de R$ 847,17.

A pesquisa também indica que 26% daqueles que pretendem comprar presentes de Natal admitem gastar mais do que podem. Por outro lado, 8% dos entrevistados informaram que não irão negligenciar compromissos financeiros assumidos anteriormente para realizar compras durante o período. 85% não deixarão de pagar alguma conta para adquirir presentes.

A pesquisa foi realizada entre sete e 12 de outubro e foram ouvidas 686 pessoas. A margem de erro do levantamento é de 3,7 a quatro pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes