Menu

Vendas na Páscoa têm alta de 1,29%

Produtos mais procurados foram os tradicionais ovos de chocolates industrializados (61%), as caixas de bombons (50%) e os ovos de páscoa artesanais e caseiros (38%)

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

As vendas na Páscoa deste ano apresentaram um leve crescimento de 1,29% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC Brasil.

De acordo com o superintendente de finanças do SPC Brasil, Flávio Borges, o tradicional ovo de chocolate industrializado foi o produto mais procurado nesta Páscoa.

“Os produtos mais procurados foram os ovos de chocolate, os ovos industrializados lideraram o ranking, com 61% da preferência, mas nós vimos também caixas de bombons, sendo mencionadas por 50%. Os ovos de Páscoa artesanais e caseiros com 38% da preferência, e, seguindo no ranking, as barras de chocolate industrializadas, artesanais, as colombas pascoais, com 13%, e as bebidas, como o vinho, com 13% da preferência”, disse.

Segundo o superintendente de finanças do SPC Brasil, Flávio Borges, o feriado da Páscoa serve como um termômetro para as próximas datas comemorativas, como o Dia das Mães.

“Neste ano, nós tivemos esta leve alta de 1,29%, o que mostra uma recuperação da economia mais lenta do que aquela que nós gostaríamos de estar divulgando. Também é um sinalizador de como pode vir o Dia das Mães. O Dia das Mães está chegando e é a segunda data comemorativa mais importante do ano – ela perde só para o Natal. A Páscoa vem sendo um sinalizador importante desta data”, ponderou.

O cálculo de vendas a prazo foi baseado no volume de consultas feitas no banco de dados do SPC Brasil, com abrangência nacional, entre os dias 14 e 20 de abril deste ano.
 

Cintia Moreira

Com 3 anos de formação, Cintia sempre optou pelo radiojornalismo. Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Cadastre-se

As vendas na Páscoa deste ano apresentaram um leve crescimento de 1,29% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC Brasil.

De acordo com o superintendente de finanças do SPC Brasil, Flávio Borges, o tradicional ovo de chocolate industrializado foi o produto mais procurado nesta Páscoa.
 

“Os produtos mais procurados foram os ovos de chocolate, os ovos industrializados lideraram o ranking, com 61% da preferência, mas nós vimos também caixas de bombons, sendo mencionadas por 50%. Os ovos de Páscoa artesanais e caseiros com 38% da preferência, e, seguindo no ranking, as barras de chocolate industrializadas, artesanais, as colombas pascoais, com 13%, e as bebidas, como o vinho, com 13% da preferência.”

Segundo o superintendente de finanças do SPC Brasil, Flávio Borges, o feriado da Páscoa serve como um termômetro para as próximas datas comemorativas, como o Dia das Mães.

“Neste ano, nós tivemos esta leve alta de 1,29%, o que mostra uma recuperação da economia mais lenta do que aquela que nós gostaríamos de estar divulgando. Também é um sinalizador de como pode vir o Dia das Mães. O Dia das Mães está chegando e é a segunda data comemorativa mais importante do ano – ela perde só para o Natal. A Páscoa vem sendo um sinalizador importante desta data.”

O cálculo de vendas a prazo foi baseado no volume de consultas feitas no banco de dados do SPC Brasil, com abrangência nacional, entre os dias 14 e 20 de abril deste ano.

Reportagem, Cintia Moreira