Menu

Venezuela fecha fronteira com o Brasil

O ditador do país vizinho, Nicolás Maduro, avisou que bloquearia a fronteira na noite desta quinta-feira

Banners
Reprodução / Twitter @JesusMHD

A fronteira do Brasil com a Venezuela já está totalmente fechada. A informação foi dada pelo governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL). O ditador do país vizinho, Nicolás Maduro, avisou que bloquearia a fronteira na noite desta quinta-feira (21).

A decisão do ditador pode ser considerada uma resposta ao governo brasileiro que na última terça-feira (19) anunciou o envio de ajuda humanitária à Venezuela. O país vizinho vive a maior crise política e econômica da história.

De acordo com informações do governador de Roraima, por volta das 15h30 desta quinta, tanques venezuelanos já interrompiam a passagem entre os dois países. 
Mesmo com a ação de Maduro, o Brasil não desistiu de mandar ajuda humanitária à Venezuela. A previsão é de que os mantimentos cheguem ao país vizinho no próximo sábado (23). Além do Brasil, os Estados Unidos também estão envolvidos na coordenação da ação.
 

João Paulo Machado

João Paulo é graduado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB) e iniciou sua carreira estagiando na área de reportagem da Rádio Nacional (EBC). Na Agência do Rádio atuou na cobertura de eventos importantes como os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. No mesmo período, desenvolveu trabalho em parceria com o Ministério do Esporte redigindo reportagens para o portal Brasil2016.gov.br, além de colaborações para redes sociais.Atualmente, cobre os acontecimentos da Praça dos Três Poderes para a Agência do Rádio.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

A fronteira do Brasil com a Venezuela já está totalmente fechada. A informação foi dada pelo governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL). O ditador do país vizinho, Nicolás Maduro, avisou que bloquearia a fronteira na noite desta quinta-feira (21).

A decisão do ditador pode ser considerada uma resposta ao governo brasileiro que na última terça-feira (19) anunciou o envio de ajuda humanitária à Venezuela. O país vizinho vive a maior crise política e econômica da história.

De acordo com informações do governador de Roraima, por volta das 15h30 desta quinta, tanques venezuelanos já interrompiam a passagem entre os dois países. 
Mesmo com a ação de Maduro, o Brasil não desistiu de mandar ajuda humanitária à Venezuela. A previsão é de que os mantimentos cheguem ao país vizinho no próximo sábado (23). Além do Brasil, os Estados Unidos também estão envolvidos na coordenação da ação.

Reportagem, João Paulo Machado