Menu

Verba destinada à reconstrução do Museu Nacional sofre corte de 21%

Os R$ 55 milhões reservados ao trabalho de reforma do museu, que foram garantidos por meio de uma emenda coletiva da bancada do Rio na Câmara Federal, vão ter um corte de 21,63%

Banners
Foto: EBC

Um levantamento da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) mostrou que o contingenciamento orçamentário anunciado pelo Governo Federal para a Educação vai atingir verbas destinadas à reconstrução do Museu Nacional.

Os R$ 55 milhões reservados ao trabalho de reforma do museu, que foram garantidos por meio de uma emenda coletiva da bancada do Rio na Câmara Federal, vão ter um corte de 21,63%, o que representa uma redução de R$ 11,9 milhões. Com isso, o valor final fica em R$ 43,1 milhões.

O corte das verbas destinadas para a recuperação do museu está relacionado ao contingenciamento de R$ 5,8 bilhões feito pelo Ministério da Educação (MEC), no final de abril.

O bloqueio estabelecido pelo órgão atingiu parte do orçamento das 63 universidades e dos 38 institutos federais de ensino e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que é a instituição responsável pelo museu.

Em nota, o Ministério da Educação informou ter liberado, em 2018, R$ 10 milhões para ações emergenciais de recuperação do Museu Nacional.
"Entre as ações financiadas, estão o escoramento da estrutura do edifício, retirada dos escombros, resgate dos acervos e instalação de cobertura provisória, além da aquisição de módulos habitacionais para atividades de laboratórios de guarda e tratamento dos acervos resgatados. Essas ações permanecem em execução."

 

Juliana Gonçalves

A carreira jornalística de Juliana deu início com assessoria de imprensa. Após um tempo, entrou como estagiária na redação da Agência do Rádio. Trabalhou, também, na TV Band com foco em política por um tempo e voltou para nossa redação como repórter em 2018.


Cadastre-se

Um levantamento da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) mostrou que o contingenciamento orçamentário anunciado pelo Governo Federal para a Educação vai atingir verbas destinadas à reconstrução do Museu Nacional.

Os R$ 55 milhões reservados ao trabalho de reforma do museu, que foram garantidos por meio de uma emenda coletiva da bancada do Rio na Câmara Federal, vão ter um corte de 21,63%, o que representa uma redução de R$ 11,9 milhões. Com isso, o valor final fica em R$ 43,1 milhões.

O corte das verbas destinadas para a recuperação do museu está relacionado ao contingenciamento de R$ 5,8 bilhões feito pelo Ministério da Educação (MEC), no final de abril.

O bloqueio estabelecido pelo órgão atingiu parte do orçamento das 63 universidades e dos 38 institutos federais de ensino e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que é a instituição responsável pelo museu.

Em nota, o Ministério da Educação informou ter liberado, em 2018, R$ 10 milhões para ações emergenciais de recuperação do Museu Nacional.
"Entre as ações financiadas, estão o escoramento da estrutura do edifício, retirada dos escombros, resgate dos acervos e instalação de cobertura provisória, além da aquisição de módulos habitacionais para atividades de laboratórios de guarda e tratamento dos acervos resgatados. Essas ações permanecem em execução."

Reportagem, Juliana Gonçalves